Como escolher um desenvolvedor para o seu site

Escrito por Kleiton

avatar

Como escolher um desenvolvedor para seu site

O avanço da tecnologia facilitou bastante a criação de websites, por isso hoje é possível criar sua página na internet de forma gratuita e muito rápida. No entanto, nem sempre escolher a forma mais fácil é a melhor saída se você busca um site profissional que seja visto e venda mais. Mas, como escolher um desenvolvedor para seu site? Vem comigo descobrir!

Por que não fazer o site sozinho?

De fato, tecnicamente existem diversas ferramentas que possibilitam a criação rápida  e gratuita de páginas online. Porém fazer isso sem a ajuda de um profissional pode ser um “tiro no pé” se você deseja ter um site que apareça no Google e que gere negócios para sua empresa.

Um site vai muito além da programação.

Para ter um site profissional, é preciso ter atenção a pelo menos, duas questões essenciais: SEO (Search Engine Optimization ou “Otimização para Sistemas de Busca”, na Língua Portuguesa) e CRO (Conversion Rate Optimization ou “Otimização de Taxa de Conversão”, na Língua Portuguesa)

O primeiro diz respeito às estratégias para que o site seja rastreado e encontrado pelo Google e apareça para os usuários quando eles buscarem algo relacionado à sua empresa e ao seu produto. O segundo diz respeito às estratégias para aumentar a taxa de conversão no seu site, sejam de leads (potenciais clientes) ou mesmo de clientes diretos, no caso de e-commerces. Ambos exigem conhecimentos de marketing, programação básica, design e experiência do usuário.

É importante ainda ressaltar que essas questões são mais estratégicas do que técnicas: é preciso saber tomar decisões assertivas sobre o quê, quando e como implementar e não apenas conhecer as ferramentas utilizadas para sua implementação.

Se você não domina nenhuma das duas estratégias, o ideal é que você procure por profissionais que possam lhe ajudar de forma efetiva. Veja abaixo o que você precisa considerar na hora de escolher quem vai desenvolver seu site.

Como escolher um desenvolvedor para seu site

1- Contratar um profissional exclusivo

Ter alguém dentro da empresa fazendo isso é muito interessante, pois você poderá acompanhar de perto tudo o que ele está fazendo e pode ir fazendo correções mais diretas ao longo do percurso.

No entanto, contratar alguém apenas com essa finalidade pode não ser financeiramente atrativo, principalmente se sua empresa não tem tanta demanda de desenvolvimento após a finalização do site. Dessa forma, apenas prestar suporte não é suficiente para manter essa despesa.

Além disso, como dito anteriormente, um site não é apenas programação, e esse profissional deverá entender de experiência do usuário, design de interface, estratégias de otimização de taxas de conversão e de SEO, no mínimo.

Um profissional com todas essas características é extremamente difícil de encontrar no mercado, e se você encontrar, será muito caro mantê-lo.

2- Contratar uma agência de marketing “faz tudo”

Ter uma agência cuidando do marketing da sua empresa é uma boa idéia se você não pode manter uma equipe para essa função. No entanto, cuidado com os tipos de serviços que você contrata.

Uma agência “faz-tudo” pode ser perigosa, pois muitas vezes ela pode não ser especialista em nada, apenas uma agência generalista, e até sua estratégia de marketing pode ficar prejudicada.

Ao contratar uma agência, pergunte qual a especialidade dela, e invista nisso, pois é dali que você irá alcançar mais e melhores resultados.

Além disso, geralmente boas agências fazem parcerias com profissionais liberais (freelancers) ou Software Houses para desenvolverem as soluções tecnológicas que os clientes delas necessitam, pois entendem que os resultados que seus clientes precisam dependem de ter melhores profissionais de cada área trabalhando com eles.

3- Contratar um Freelancer

Contratar o famoso “freela” é uma prática comum no mercado, e pode ser uma opção interessante, entretanto isso vai depender de alguns pontos que você precisa considerar na sua estratégia.

Do mesmo modo como selecionar um profissional para a sua empresa, também contratar um Freelancer pode ser um “tiro no pé” se esse profissional não domina todas as habilidades necessárias para desenvolver um site com todas as boas práticas de SEO, CRO e experiência do usuário, por exemplo.

Apesar de ser mais barato do que as outras opções, às vezes “o barato pode sair caro” quando os resultados que você espera para o seu site não aparecerem.

4- Contratar uma Software House

Se você não tem como contratar um profissional para a sua empresa e não quer uma agência generalista demais cuidando do seu negócio ou um Freelancer, o ideal é ter a ajuda de uma Software House.

Uma Software House é uma empresa especializada no desenvolvimento de soluções tecnológicas, e geralmente conta com profissionais de muitas áreas para desenvolverem tecnologias completas, que vão desde realização de pesquisas, passando por design, experiência do usuário e desenvolvimento.

Mas como escolher a melhor Software House para desenvolver seu site? Aqui vão algumas dicas.

Portfólio e Cases de Sucesso

Para que você tenha certeza e fique tranquilo de que seu site está em boas mãos, sempre peça o portfólio de clientes da empresa que você está prospectando. Assim, você saberá se aquela empresa já desenvolveu soluções para negócios do seu ramo de atividade e poderá avaliar se é aquilo que você espera do seu site.

Peça ainda para conhecer os Cases de Sucesso da empresa relacionadas aos resultados que você espera obter com o seu site. Assim, você saberá se a empresa se importa com resultados ou apenas entregas.

Suporte

Geralmente, as empresas de desenvolvimento de soluções digitais oferecem o serviço de suporte para seus clientes. Procure saber se a empresa que você está prospectando oferece esse serviço.

Em alguns casos, esse suporte é gratuito, mas nesses casos é interessante saber até onde vai esse suporte grátis, para que você não fique na mão se algo fora da cobertura do suporte acontecer com seu site.

Caso a cobertura do suporte gratuito não seja tão completa quanto você precisa, prefira contratar um plano de suporte, já que a contratação de suportes avulsos são mais caros do que contratar um plano mais amplo de suporte mensal, por exemplo.

Tecnologia utilizada

Procure saber quais tecnologias a empresa utiliza para o desenvolvimento de sites. Isso é importante porque, após a entrega do site, você precisará mantê-lo e atualizá-lo, e o uso dessa tecnologia precisa ser fácil para que você não perca muito tempo.

Dê preferência, então, para tecnologias que sejam de fácil atualização de conteúdo e manuseio das ferramentas.

Prefira ainda tecnologias que sejam mais flexíveis com relação a funcionalidades que você pode agregar posteriormente ao seu site, sem que seja necessário muita programação novamente.

Boas Software Houses trabalham com mais de uma tecnologia, e oferecem para seus clientes aquelas que julgam se adequar mais às necessidades deles, seja em questão de preço ou mesmo de complexidade.

Como a InCuca funciona

Como Software House que já atendeu mais de mil clientes no desenvolvimento de diversas soluções digitais, a InCuca desenvolveu uma metodologia própria de trabalho, que vai desde a realização de pesquisas para identificar oportunidades de SEO e CRO até a entrega da solução e seu suporte.

Sobre desenvolvimento de sites, a InCuca possui um portfólio extenso de clientes e vários cases de sucesso. Esses clientes têm sites desenvolvidos em tecnologias diversas, de acordo com suas necessidades e condições financeiras.

Quer desenvolver seu site com a InCuca? Fale conosco pelo chat ou preencha o formulário que entraremos em contato.