/ Blog

Transformação digital na educação: o que mudou após a pandemia?

A transformação digital na educação incorporou a tecnologia no dia a dia de professores e alunos, dinamizando o ensino e facilitando o aprendizado.

Mas no meio do caminho desse processo aconteceu a pandemia do novo coronavírus. A solução imediata foi o cancelamento de atividades que geram aglomeração e isolamento social em casa.

Essa mudança impactou em cheio as escolas que vivenciaram e, muitas ainda vivenciam, os percalços da aceleração da transformação digital.

As instituições de ensino e seus corpos docentes tiveram que aprender e implementar muito rápido as ferramentas tecnológicas para continuarem ensinando os estudantes.

Além disso, pais e alunos precisaram da orientação das escolas para a adaptação neste novo meio de aprendizado à distância.

Criar um novo ambiente de ensino acessível a todos é um grande desafio. Somando-se uma pandemia a esse cenário, conseguir uma resposta positiva imediata não é tão simples.

Para “fazer do limão uma limonada”, as escolas estão encontrando oportunidades, à medida que ganham experiência nesse novo formato de ensino.

Passado um ano desde o início da pandemia, o novo cenário começa a apontar como a transformação digital na educação vai continuar influenciando o mundo pós-pandemia.

Neste post, reunimos algumas tendências para os próximos anos que podem auxiliar as escolas nessa transição, criando sistemas de educação cada vez mais personalizados. Confira!

O que é transformação digital?

Antes de abordarmos as tendências, vamos relembrar o que é a transformação digital.

A transformação digital é um movimento que incorpora a tecnologia aos processos de várias áreas como educação, indústria, comércio, etc. para aperfeiçoar o trabalho.

Ao invés de ser apenas um apoio, a tecnologia passa a estruturar uma parte importante dos processos existentes, permitindo que cada setor funcione:

● com mais agilidade;
● sem desperdício de tempo;
● aumentando a produtividade;
● facilitando a compreensão;
● mantendo a integração das pessoas, etc.

Essas vantagens são essenciais para a transformação digital na educação, pois com a pandemia, migrar a sala de aula para o ambiente virtual foi só uma das etapas dessa adaptação “forçada”.

Por isso, os pesquisadores e educadores estão cada vez mais atentos ao potencial da transformação digital para a educação dos alunos.

E esse cenário já começa a apontar novas tendências na educação para garantir que crianças e adolescentes sejam educados explorando o máximo do seu potencial.

Conheça três tendências da transformação digital na educação que foram impulsionadas pela pandemia e já estão sendo exploradas.

Tendências da transformação digital na educação no pós-pandemia

transformação digital educação

A transformação digital na educação chegou através da implementação de sistemas baseados na nuvem na gestão das escolas, equipamentos individuais para interação dos alunos com os professores dentro da sala de aula e do uso de recursos digitais aplicados ao aprendizado.

Associado a formação e a experiência dos professores, a transformação digital traz muitas possibilidades para explorar.

Conheça quais são essas tendências a seguir:

1. Criação de plataformas e soluções digitais para educação

Em um primeiro momento, a transformação digital na educação apresentou várias soluções prontas para serem colocadas em prática.

Mas à medida que as possibilidades se expandem, as escolas e outras instituições de ensino começam a enxergar oportunidades que poderiam suprir com a ajuda da tecnologia.

Com isso, surge a necessidade de desenvolver plataformas e soluções digitais próprias para auxiliar a estrutura de ensino criada.

Assim, as escolas podem desenvolver ambientes de aprendizado personalizados, sistemas de avaliação que melhora o feedback para o aluno e facilita a extração de dados, entre outros objetivos.

Os alunos são o principal ativo das instituições de ensino e o desempenho deles é o que serve de base para que as escolas possam inovar.

Eliminando o trabalho braçal da coleta e análise de dados, o corpo docente ganha mais tempo para elaborar estratégias de ensino inovadoras.

A vantagem é que esse processo acontece baseado em dados sólidos, que tem como objetivo atender as necessidades dos alunos e as expectativas dos pais quanto à educação de seus filhos.

Com uma assessoria especializada, tecnologias como Inteligência Artificial e Big Data podem ser aplicadas para criar programas personalizados para melhorar a qualidade do ensino na era digital.

2. Educação personalizada

Outro tendência que marca a transformação digital na educação é o ensino personalizado. Mas personalizado como, você pode questionar.

Pense no seguinte cenário: uma escola que consegue extrair dados sobre o desempenho dos alunos e feedback sobre os métodos de ensino, pode identificar o perfil de aprendizado de cada aluno.

Com base nessas informações, as tecnologias utilizadas permitem reforçar o ensino dos alunos com dificuldade:

● passando atividades extra,
● criando tarefas com uma dinâmica que favorece o aprendizado daquele aluno,
● fazendo mentoria em grupo, entre outras possibilidades.

Se antes existia uma metodologia de ensino geral, os professores, a partir dos dados, podem identificar os perfis de estudante de cada turma, suas características e explorá-las para que eles sintam liberdade no aprendizado e dialoguem mais com o professor.

Leia também: Conheça as ferramentas Google para Educação e expanda o potencial de seus alunos.

3. Ensino híbrido

O ensino híbrido é mais uma tendência forte da transformação digital na educação para o cenário pós-pandemia.

Ensino híbrido é uma modalidade que acontece em parte na escola e em parte no ambiente virtual.

Com a pandemia, toda estrutura de ensino migrou para o digital, acelerando o processo de utilização do meio digital no ensino.

Essa migração forçada fez as escolas empregarem todos os seus esforços na adaptação dos métodos de ensino para o virtual o mais rápido possível.

Para não perder esse investimento, a tendência é existir um equilíbrio em relação ao modelo que pode ser configurado:

● com mais aulas presenciais que online;
● metade das aulas online e a outra metade presencial;
● aulas 100% online.

Essa configuração, no futuro, vai transformar também como a dinâmica de ensino de uma escola é desenhada.

Porque além das tecnologias, as relações e a interação dos alunos com os professores e os colegas também serão pontos fundamentais para que os estudantes tenham uma experiência de aprendizado completa.

Curtiu saber mais sobre transformação digital na educação?

A transformação digital na educação que foi potencializada na pandemia, guarda novos caminhos para os anos que se seguirão a esse acontecimento.

O trabalho educacional será estratégico para que a sociedade se reequilibre e extraia o melhor para a educação dos alunos.

Este post foi escrito pela equipe da Safetec.

Receba nossos conteúdos

Deixe seu e-mail abaixo e receba conteúdos relevantes gratuitamente

Lucas Adiers Stefanello

Escrito por

Lucas Adiers Stefanello

Diretor da InCuca, especialista em tecnologia para negócios: AI, data science e big data. Coordenador da comunidade WordPress Floripa.

Você também pode gostar de...

WhatsApp

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp