Página inicial | Segurança digital | Backup de dados: tudo o que você precisa saber para manter seus dados seguros

Backup de dados: tudo o que você precisa saber para manter seus dados seguros

A definição mais adequada para o termo backup é "cópia de segurança". Um backup é um grupo de arquivos, dados e informações armazenados em um ambiente externo, fora do ambiente de uso diário, para que se mantenham mais seguros, longe de possíveis acidentes humanos e até de incidentes de segurança.  

É comum que pessoas carreguem fotos de infância, de amigos e de familiares com muito carinho, em seus computadores ou smartphones pessoais. Mas essa é uma prática pouco segura, que está sujeita a inúmeras ameaças, como derrubar e danificar os dispositivos; tê-los furtados por bandidos, comprometidos em ataques cibernéticos ou até mesmo por erros ligados ao fator humano. Ou seja, o próprio usuário pode apagar ou danificar esses dados acidentalmente. Afinal, há uma única cópia deles, disponível no ambiente de uso diário. 

Por isso, se você se preocupa com esses dados, é fundamental que configure backups com certa frequência. No caso de uma empresa, que lida com dados sensíveis e sigilosos de clientes, colaboradores e usuários, ou até mesmo dados internos de pesquisas e desenvolvimento dos seus negócios, o backup de dados é extremamente necessário, até mesmo por exigências legais

Neste artigo, nós vamos te explicar direitinho o que é um backup, qual a melhor estratégia para fazer uma cópia de segurança (se deve ser feito em servidores ou em nuvem), os principais motivos para você configurar o quanto antes essa funcionalidade, quais dados devem ser protegidos e como recuperar os dados de um backup, caso seja necessário. Vem com a gente!

 

Por que configurar um backup de dados diariamente? 

A transformação digital já é uma exigência do mercado atual. Empresas que não estão na Internet não são nem mesmo consideradas pelos consumidores. Ter um site institucional e lidar com dados de clientes e usuários de forma profissional e de acordo com a lei, exige atenção e um cuidado maior. 

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que entrou em vigor em agosto de 2021 — baseada no regulamento de dados europeu, o Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (GDPR) —, exige que as empresas lidem com dados de colaboradores, clientes e usuários de forma transparente e segura.  

Para estar adequado à nova lei, é preciso que sua empresa impeça que dados internos sejam comprometidos em possíveis ataques cibernéticos ou vulnerabilidades. Caso ocorra, é imprescindível que o gestor comunique as autoridades imediatamente após a identificação do ataque. Mas, o mais importante é que você não perca acesso a esses dados. Por isso, realizar backups diários é fundamental para qualquer negócio.

Fazer o backup de dados também garante que sua empresa continuará operando, mesmo após infectada com um malware, por exemplo.

Um tipo comum de malware são os ransomwares, que são vírus de computador que criptografam todos os dados das máquinas infectadas e pedem um resgate, normalmente em criptomoedas, para liberar uma chave de descriptografia, com a qual a vítima consegue recuperar os dados roubados.

Em casos onde a vítima não consegue solucionar o problema, os cibercriminosos acabam por negociar esse conjunto de dados entre a comunidade de hackers, ou publicam gratuitamente em fóruns na dark web. Esta ação é conhecida como “exposição de dados”.

Pedidos de resgate em casos de ransomware são altíssimos. Um levantamento da Varonis de 2020 identificou que a média dessa prática ultrapassou U$312 mil, o equivalente a 1,7 milhão de reais, um aumento de 171% em relação a 2019. 

Já o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos revelou que o ransomware é uma das ameaças que mais proporciona lucro ilegal para os cibercriminosos. Só no ano passado, mais de U$400 milhões (cerca de R$2,2 bilhões) foram pagos como resgate neste tipo de caso. Este valor é quatro vezes maior do que em 2019, que fechou com cerca de U$100 milhões, correspondente a 565 milhões de reais.

Não pagar o resgate implica em perder todas as informações contidas nas máquinas infectadas, significando a perda parcial ou total de um negócio, além de receber uma por infringir a LGPD. Assim, realizar backups diariamente, uma atividade que não possui alto valor, pode salvar o seu negócio de incidentes como esses.

É importante lembrar que todos os dados de uma empresa, sejam eles planilhas comerciais, de fornecedores e clientes; dados de contato de colaboradores, clientes e fornecedores; código-fonte do site; documentos e informações relacionadas à sua empresa, devem ter cópias de segurança bem configuradas e seguras. 

 

Fazer backup de dados em servidores ou em nuvem? Qual a melhor opção para o seu negócio? 

Há dois caminhos iniciais para configurar backups seguros. São eles:

Backup em servidores

Este formato alia tecnologias de hardware e software para que sejam feitas cópias seguras, além de possibilitar maneiras de recuperar os dados.

Realizar backup de dados em servidor aumenta a capacidade de armazenamento e viabiliza a manutenção e o gerenciamento de backups através de diferentes dispositivos de modo automático dentro das organizações.

Backup em nuvem

Já o backup em nuvem armazena, de forma remota, todos os arquivos e dados online, facilitando o manuseio dessas informações em casos de falhas de sistema, indisponibilidade ou desastre natural.

Para organizações, esse formato opera através de cópia e armazenamento dos dados do servidor da empresa, situado em outro local físico.

 

Essas duas modalidades possuem características específicas e são indicadas para negócios diferentes. Não faz muito sentido para um negócio que já é baseado em nuvem, ter backups físicos. Já uma empresa de porte maior, que precisa de mais autonomia e velocidade na gestão de dados, utilizar servidores físicos pode poupar tempo operacional. 

Backups em servidores próprios exigem espaço físico dedicado para isso, além de uma estrutura de rede de Internet interna, que conecte esses servidores com os terminais de trabalho. Além disso, também precisam de manutenções constantemente e investimento em soluções de segurança da informação. Uma empresa que possui servidores internos precisa de uma equipe dedicada a eles. Ou seja, além do investimento em capital humano (colaboradores para a manutenção dos backups), também é necessário investimento em tecnologias, que não possuem baixo valor. 

A principal vantagem de fazer backup de dados em nuvem é o preço e a praticidade. Usuários deste tipo de solução não precisam de uma equipe interna dedicada para realizar manutenção, já que esses processos são feitos através de plataformas interativas. Além disso, o preço é definido por demanda. Ou seja, se sua empresa precisa de 10GB de armazenamento em nuvem, ela vai pagar um valor definido por esta quantidade de gigabytes mensalmente. No entanto, embora seja mais acessível, ainda é necessário que a manipulação dos dados seja feita por profissionais ou parceiros qualificados. 

Outra vantagem de processar backup de dados em nuvem é que, para usuários que precisam de pouco armazenamento, a solução pode ser adquirida de forma gratuita. O Google Drive, por exemplo, permite contas pessoais com até 15GB de espaço para armazenamento sem custo. É evidente que contas pessoais não oferecem os mesmos benefícios que planos pagos. Mas mesmo entre os planos pagos, há opções para pequenas e médias empresas com custos baixos.

 

Como recuperar dados através de backups?

Não basta apenas configurar os backups e mantê-los em ambientes controlados e seguros. É fundamental que você também saiba como os resgatar, caso seja necessário. Backups armazenados em servidores próprios podem ser restabelecidos através do sistema operacional. 

No caso de usuários do Windows Server, os backups estão disponíveis no painel de controle, nas opções de “sistema e manutenção”. Já os usuários do serviço em nuvem, precisam se atentar aos processos, que diferem de uma plataforma para outra. Ainda assim, todas são baseadas no mesmo princípio, não havendo nenhuma dificuldade para realizar. Basta buscar pela palavra “backups” no menu de Configurações. Caso não encontre, procure ajuda do suporte, que certamente lhe informará o caminho adequado para a recuperação de backups antigos.

Agora você está pronto para garantir a segurança dos seus dados (e a legalidade da sua empresa) no universo digital. Ficou com alguma dúvida sobre como implementar isso em sua empresa? Entre em contato com os nossos especialistas para entender como solucionar sua dificuldade. E se gostou do artigo, acompanhe a seção de conteúdos do nosso site e não perca outras dicas como estas!

segurança digital

Veja como podemos ajudar a sua empresa a alavancar no digital!_

InCuca Tech
9 de dezembro de 2021

Comentários

Você também pode gostar de ler

CONHEÇA A INCUCA TECH

Empresa de soluções tecnológicas em sistemas de informação e comunicação – TICs sob medida para pessoas, empresas e projetos na internet.
+ DESCUBRATERMOS DE USOAVISO DE PRIVACIDADE
InCuca Play

ENDEREÇO POSTAL

Rodovia SC 401, 4150, Km 4
Centro de Inovação ACATE Salas 1 e 2 no Saco Grande Florianópolis/SC - Brasil CEP:  88032-005
DESDE 2013 @ INCUCA TECH
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram