backlog de produto

Escrito por Samuel Adiers Stefanello

avatar

Backlog de Produto: o que é e como construir passo a passo

O planejamento de um produto digital depende de uma percepção das reais necessidades e expectativas do cliente. Na gestão de projetos, essa é uma parte vital para que o processo possa se iniciar. No entanto, sem um Backlog de Produto, esses requisitos podem acabar sendo perdidos durante o desenvolvimento.

Neste artigo, saiba mais sobre o que é um Backlog de Produto. Como desenvolvê-lo de forma eficiente e alinhada à sua metodologia de Scrum? Confira a seguir.

O conceito do Backlog de Produto

Como vimos, o Backlog de Produto ajuda a reunir e a organizar em uma lista as expectativas que o cliente tem do produto. Isso é feito de forma orgânica em metodologias que fogem do modelo tradicional de desenvolvimento. No Scrum, por exemplo, o Backlog de Produto é o caminho inicial para que o roadmap tome forma.

No método de desenvolvimento tradicional, o escopo definirá o Backlog do Produto. Já no desenvolvimento ágil, a dinâmica se inverte. O processo passa por um Backlog crescente, na medida em que o produto e seus clientes passam a ser acompanhados.

Na gestão de um projeto, o Backlog começa com pouco esforço para ser escrito. Com o tempo, porém, novas hipóteses e experimentos podem ser realizados e comprovados, aumentando essa lista.

Como construir um Backlog de  Produto

Em primeiro lugar, é necessário entender o funcionamento do fluxo de planejamento do produto. Definidas as características desejadas, é montado um registro de funcionalidades a serem priorizadas e estimadas.  Em uma metodologia ágil como o Scrum, é responsabilidade do Product Owner se reunir com a equipe.

Nesse momento, serão definidos os itens que farão parte do ciclo de trabalho (Sprint). Assim, as funcionalidades descritas no Backlog de Produto são elencadas no Backlog do time de desenvolvimento. Nasce, do Backlog do Produto, backlogs de sprint de requisitos e tarefas prioritárias para cada dia.

Em um trabalho conjunto com o Product Owner e o cliente, o Backlog de Produto é montado. Dessa lista, o time de desenvolvimento agrupa os itens que estarão associados no desenvolvimento. É importante que, durante a manutenção e o compartilhamento desse backlog, sejam trabalhados requisitos que possam ser:

  • Independentes: atendem a necessidade do cliente sem necessitar de outro item.
  • Negociáveis: permitem alterações de tempo e até mesmo subdivisões em requisitos mais específicos.
  • Priorizáveis: não desperdiça o esforço da equipe de desenvolvimento durante o projeto.
  • Estimável: deve ser possível colocar um prazo mínimo de desenvolvimento e entrega nesses requisitos.
  • Pequenos: objetivos e específicos.
  • Testáveis: têm informações necessárias para serem inspecionados ou até mesmo testados pelo cliente final.

Considerações finais

Traduzir as necessidades de seu cliente e usuário em requisitos de um planejamento robusto de produto não é simples. Por isso, é preciso que o responsável na gestão do Backlog de Produto tenha um atendimento efetivo com o cliente. Isso é feito com as chamadas histórias do cliente. Ou seja, com uma separação clara de importância, estimativa inicial e forma de demonstrar cada requisito.

Alinhar o Backlog de produto exige flexibilidade. É preciso atualizar essas histórias do cliente com a realidade do projeto. Isso envolve saber como estimar e definir quando determinada tarefa estará pronta.

Estimar prazos e trabalhar na construção e manutenção do Backlog de Produtos exige uma definição sólida e correta dos objetivos buscados.

Você ainda tem dúvidas sobre como construir o Backlog de Produto junto à sua empresa?  Já adota essa prática? Compartilhe suas dúvidas e experiências nos comentários!

software
sistema

Consulte um especialista

Digite seus dados

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.