google tag manager

Escrito por Samuel Adiers Stefanello

avatar

Saiba como usar o Google Tag Manager com o WordPress

Realizar o monitoramento constante das métricas é essencial para otimizar sua estratégia de marketing. Com essa finalidade, ferramentas como o Google Tag Manager (ou Google Gerenciador de Tags) permitem acompanhar diferentes Analytics. Tudo isso em apenas um local.

É importante que sua empresa tenha acesso às ferramentas facilitadas que potencializem o monitoramento de suas ações. O Google Tag Manager surge como uma das soluções que tornam essa otimização possível.

Poder monitorar suas conversões, seu tráfego e as demais informações de forma prática agiliza seu serviço. Saiba, a seguir, como o Google Tag Manager pode ser utilizado, quais suas funções, e como integrá-lo à plataforma WordPress. Acompanhe.

O que é o Google Tag Manager?

O termo “Tag”, de Google Tag Manager, refere-se aos códigos e scripts de integração. Geralmente, é exigido que um site tenha uma série de códigos inclusos para poder monitorar suas métricas. O que o Google Tag Manager faz é simplificar esse processo, centralizando esses códigos em uma interface simples e intuitiva.

Sem essa ferramenta do Google Tag Manager, os códigos devem ser manualmente inseridos no site. A ferramenta faz com que esse processo seja simplificado, integrando-se diretamente ao site. Dessa forma, sua empresa não necessita que um desenvolvedor insira manualmente o código sempre que um novo serviço for necessário.

Além de simplificar o processo de adicionar os códigos, o Google Tag Manager centraliza a informação. É possível controlar todas as métricas em um só local, facilitando o processo de análise dos dados de seu site.

Como o Google Tag Manager funciona?

Esse recurso é compatível com diversos serviços, incluindo as próprias soluções do Google como AdWords e Analytics. As tags podem ser adicionada a partir de templates ou com a HTML personalizada de sua própria tag.

Com as tags selecionadas, é definido um trigger. Esse trigger irá determinar qual ação que acionará determinada tag. Em uma campanha de remarketing, por exemplo, isso pode ser representado pela visita em uma determinada página. Diferentes eventos, como clicar em uma página ou preencher um cadastro, podem ser configurados de acordo com seu objetivo.

Utilizando o Google Tag Manager com o WordPress

Para implementar o Google Tag Manager em seu site de WordPress, basta realizar os seguintes passos:

1. Crie uma conta gratuitamente no site Google Tag Manager

Ao criar uma conta, será requisitado o site ou aplicativo que conterá as tags a serem monitoradas. Com a conta cadastrada, você receberá um código, que deverá ser implementado no site.

2. Adicione o código do Google Tag Manager e ID no site

O WordPress permite que você possa tanto incluir o código manualmente no HTML do site quanto utilizar um plugin. Com o código e ID integrados, novas tags podem ser adicionadas.

3. Crie uma nova tag e associe triggers

Ao criar uma tag na opção “Nova Tag”, você terá acesso ao painel no qual poderá configurá-la. Assim, é possível selecionar um trigger, isso é, quando a tag será disparada ou bloqueada em seu site. Você pode criar triggers próprios, adicionando variáveis personalizadas. Ou, ainda, selecionar em uma lista padrão de opções.

Considerações finais

Com o Google Tag Manager agora implementado em seu WordPress, é possível monitorar facilmente as ações de marketing digital. Saber analisar o desempenho e quais são os caminhos necessários a serem tomados em sua estratégia é fundamental.

Criar uma conta nesse serviço é gratuito e torna seu processo de análise de dados muito mais simples e prático. Teste hoje mesmo e confira!

Você já conhecia o gerenciador de tags do Google? Ficou com alguma outra dúvida sobre esse recurso? Deixe sua mensagem nos comentários ou entre em contato conosco. Até a próxima!