Página inicial | Performance digital | Seu site está no ar, mas ainda tem problemas para gerar tráfego?

Seu site está no ar, mas ainda tem problemas para gerar tráfego?

Desde a chegada da internet no Brasil, em 1988, as empresas já viam que ali seria um novo canal para se apresentar ao mundo. Mas foi em meados de 1995 que iniciou, de fato, a história da internet comercial no país, com o lançamento da Book Net, primeiro site focado em vendas. A partir desse momento, o mercado online teve crescimentos exponenciais em todos os setores.

E, como em qualquer outra parte do planeta, desde o início de 2020 a invasão de lojas e clientes no mundo virtual foi gigantesca devido à pandemia de Covid-19. No Brasil, de acordo com a Abcomm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), apenas no primeiro semestre deste mesmo ano foram mais de 4 milhões de novos clientes que começaram a realizar compras online, e os principais destaques foram para a aquisição de brinquedos (400%), artigos esportivos (200%) e cosméticos (80%).

Por conta disso, segundo a pesquisa Perfil do E-commerce Brasileiro, realizada pelo PayPal, em agosto de 2020 já tínhamos mais de 1,3 milhão de empresas no mundo virtual, 40% a mais que no mesmo período do ano anterior (930 mil).

Claro que quando iniciamos um novo projeto queremos visibilidade. No caso do mundo virtual, precisamos gerar tráfego. Mas você sabe o que é isso? Fique tranquilo que aqui você encontrará tudo sobre esse tema tão importante para que a sua empresa alcance o sucesso digital. Acompanhe!

 

O que é tráfego?

Tráfego, no mundo digital, nada mais é do que levar pessoas (consumidores) para o seu site. Ou seja, quanto mais visitantes a sua empresa tem, mais tráfego você conseguirá gerar.

Não pense que apenas por colocar o seu site no ar você automaticamente já terá um bom tráfego. Como em uma loja física, isso requer trabalho, tempo e até investimento. Vamos descobrir quais os tipos de tráfego existem?

 

Tráfego Orgânico

São aqueles que vêm direto de pesquisas realizadas em buscadores, como Google e Bing. Para gerar esse tipo de tráfego é essencial que o seu site (e redes sociais também) tenha um bom trabalho de SEO para, assim, alcançar um bom lugar no resultado das pesquisas.

Para exemplificar: quando você faz uma pesquisa, até que página você olha os resultados? Resposta fácil, né? Então saiba que o seu consumidor dificilmente passará da página 2.

 

Tráfego Direto

Essa é a maneira que todo empreendedor sonha: quando o usuário digita diretamente no navegador a URL da sua empresa. Ou seja, você já se tornou conhecido e, por que não, desejado pelos clientes ao ponto de eles já saberem o seu endereço virtual sem necessitar de nenhum tipo de busca.

 

Tráfego Pago

Bom, o próprio nome já diz: para gerar esse tráfego é preciso investir money/cash/dinero/fazer-um-pix para levar acessos ao seu site.

As principais ações nesse modelo são os anúncios pagos, seja em Google Ads, Facebook, Instagram ou em sites focados no seu ramo de atuação.

 

Tráfego Social

Aqui consideramos todo o tráfego gerado a partir de algum click realizado em uma rede social e que direcione o usuário para o seu site.

Lembre-se que, hoje, as pessoas (inclusive seus clientes) estão trocando informações e experiências através de seus perfis o tempo todo. Isso mostra a importância e o impacto do cenário offline no cotidiano de quem compra o seu produto.

 

Tráfego de Referência

Podemos considerar esse como parcerias realizadas entre empresas/marcas. Ou seja, todo o tráfego gerado através de outros sites.

Para exemplificar: a sua empresa foi destaque em algum portal de notícias ou blog que disponibilizou um link com o seu endereço digital. Então todas as visitas que o seu site tiver a partir desse clique é considerado tráfego de referência.

 

Como aumentar a geração de tráfego

Como tudo que envolve o mundo digital, as tendências para aumentar o seu tráfego mudam frequentemente. Por isso, é preciso ficar atento e sempre estar de olho com o que acontece no seu ramo de atuação.

Separamos o TOP 3 de recursos que você pode começar a usar agora para gerar mais tráfego para o seu site:

 

Google Trends

A primeira dica é bem simples: basta realizar uma busca rápida no Google Trends.

A ferramenta pode auxiliar seu time de content na produção de novos conteúdos para o seu blog, por exemplo.

Você pode descobrir os assuntos que mais estão em discussão no momento, acompanhar a evolução de pesquisas sobre um tema durante um período específico, fazer análises comparativas com aquele concorrente que utiliza os mesmos termos que o seu negócio, sondar em quais regiões seu produto tem tido mais demanda, e encontrar informações valiosas sobre as palavras-chave do seu segmento mais buscadas.

Explorando cada página, com certeza é possível tirar insights interessantes para incorporar à sua estratégia de SEO.

 

Redes Sociais

Já falamos aqui sobre a importância de estar presente nas redes sociais.

É através dos canais sociais que você vai conseguir fortalecer sua marca, além de criar um relacionamento sério, real e sincero com os seus clientes.

Abusar da criatividade é um dos principais requisitos para conseguir engajar o seu público. Ao criar conteúdos de interesse de quem te acompanha, seus seguidores começam a enxergar sua marca como uma autoridade, e isso não só te traz uma vantagem frente à concorrência, como também gera uma base de clientes fiéis disposta a fazer o seu marketing de graça, o famoso “boca a boca”.

Por isso, invista em assuntos relevantes e originais, aposte na linguagem do seu público, traga originalidade e, principalmente, não se esqueça de ter todos os links mais importantes do seu negócio disponíveis em seus perfis.

 

Guest Posts

Existe uma estratégia de marketing digital bastante conhecida, chamada de “Guest Post”, que é a troca de conteúdos entre empresas.

Mas como assim?

Bem, digamos que você tenha uma empresa parceira que possui bom tráfego online e se comunica com um público relevante para o seu negócio. Por que não estar presente, então, neste canal?

Cada um produz um conteúdo com informações significativas, apresenta tendências de mercado, dá dicas de estratégias e ferramentas para os negócios, e a publicação é feita no blog da empresa parceira.

Não se esqueça de seguir algumas boas práticas, como oferecer um matérias exclusivas e de qualidade, e que sejam atemporais, isto é, que não precisem ser alteradas com o tempo. Isso facilita que o texto se mantenha sempre ranqueado nos mecanismos de busca.

.  .  .  .  .

É dessa forma que sua empresa pode fazer as adaptações necessárias para otimizar a geração de tráfego!

Pode até parecer estranho, mas sempre veja o que seus concorrentes estão fazendo. Isso te dará mais informações de mercado e, assim, você conseguirá trabalhar melhor os dados para gerar mais tráfego para o seu site – seja orgânico, pago ou qualquer outro.

Agora que você sabe mais sobre geração de tráfego, não se esqueça que é muito importante realizar manutenções frequentemente em ambiente online, principalmente quando seu site estiver com muitos acessos.

.   .   .   .   .

Conseguiu enxergar os pontos cegos do seu negócio? Avalie o que seus concorrentes estão fazendo e o que você pode oferecer como diferencial. Além disso, investir em tráfego pago para alcançar mais pessoas de interesse pode ser um caminho essencial para virar os holofotes para a sua marca.

Quando seu site estiver com muitos acessos, não se esqueça que realizar a manutenção dele é imprescindível para manter a boa reputação. Preparamos um infográfico com 7 passos para evoluir o seu negócio online para te ajudar. Confira!

 

infografico 7 passos para evoluir o seu negocio online

CUC CTAs LP Orcamento LateralBlog7 passosCUC W.01 CTA LateralBlog

Veja como podemos ajudar a sua empresa a alavancar no digital!_

Lucas Adiers Stefanello
14 de fevereiro de 2022

Comentários

Você também pode gostar de ler

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram