Escrito por Lucas Adiers Stefanello

avatar

Quais são as tendências para desenvolvimento de sites 2019

A especialização em desenvolvimento de sites e experiência do usuário é um processo continuado. A cada momento, surgem novas ferramentas, metodologias e até mesmo linguagens e estilos para serem implementados. Por isso, estar à frente das tendências é essencial não somente para a rotina do desenvolvedor, analista ou designer profissional. Além disso, compreender as tendências permite que as empresas também se atualizem para desenvolverem projetos melhores.

Com o ano de 2018 chegando ao seu fim, selecionamos algumas tendências em desenvolvimento de sites que podem ser decisivas em 2019. Preparado para o que o futuro reserva para você e seus usuários? Confira a seguir.

1. Imagens e grafismos incorporados no desenvolvimento de sites

Já é comum enxergar um enfoque mais artesanal nos gráficos utilizados por webdesigners. Em 2019, a utilização de fotos e imagens destacando produtos e serviços tende a ser mais relevante do que nunca. Isso é especialmente real no desenvolvimento de sites de e-commerce e lojas virtuais, que têm 60% de sua base de usuários atraída pelas imagens e fotos de produtos.

Além do destaque de fotos e imagens, é possível verificar gráficos vetorizados e padrões do meio impresso migrando para os sites. Com a popularização das artes digitais e sua implementação com CSS3 e HTML5, webdesigners e analistas de UI dispõem de novas formas de destacar seus projetos.

2. A importância do SVG na escalabilidade gráfica

A otimização em desenvolvimento de sites não é algo novo. Em 2019, a tendência para webdesigners e profissionais de UX e UI será implementar soluções gráficas funcionais. Formatos tradicionais de imagem como .png, .gif e .jpg, embora leves, não são vetorizáveis. Isso significa que existe uma limitação para trabalhar com pixels em outras mídias. Para resolver isso, o .svg torna-se uma tendência cada vez maior.

Apesar de o formato vetorial em .svg  não ser uma novidade, ainda estamos arranhando a superfície de suas possibilidades em elementos gráficos. O formato, além de acessível, é funcional e pode ser escalado de forma prática por profissionais de front-end. Para o desenvolvimento de sites em 2019, isso significa que mais funcionalidades podem ser trabalhadas. Isso inclui imagens 3D, visualizações 360° e até mesmo breves animações.

3. Expansão do pensamento Mobile-First

Um tempo atrás, o mobile era pensado como uma adaptação das versões em desktop em desenvolvimento de sites. A tendência para os próximos anos é pensar primeiramente no design responsivo do mobile e adaptá-lo para demais telas interativas. Smart Tvs, tablets e wearables oferecem novos desafios e soluções para profissionais de UX. O futuro é expandir esse pensamento para que novas tecnologias sejam acessíveis para a experiência do usuário.

Outro ponto em que o Mobile-First influencia no desenvolvimento de sites é no backend. Sites tradicionais passarão a cair em desuso quando scripts permitirem que Páginas Móveis Aceleradas (ou AMP) carreguem seu conteúdo de forma instantânea. Com um pensamento focado em mobile, é preciso pensar também no desenvolvimento de sites ágeis e que resolvam as dores dos consumidores de seu cliente.

4. Menus flexíveis adaptados à experiência do usuário

Ainda sobre mobile, vale falar sobre o design de grids, as linhas-guias utilizadas para o design do layout e estilos em desenvolvimento de site. Soluções e plugins de CSS para essas grids estão disponíveis em plataformas como o WordPress e facilitam o gerenciamento de espaço e conteúdo. Com isso, a navegação torna-se mais intuitiva para o usuário.

Aliado ao pensamento mobile, é importante fazer com que o conteúdo seja mais escaneável e tenha uma navegação simples. Assim, criam-se elementos como itens que surgem na parte inferior e não atrapalham a navegação, ou menus flexíveis que partem de baixo para cima.

5. Recursos de pesquisas de voz e visuais

Conforme previsões do Gartner, as empresas que redesenharem seus websites para comportarem pesquisas de voz e visuais poderão aumentar a receita de seu e-commerce em 30%.

A justificativa é que esse tipo de pesquisa é mais pessoal e ajuda as empresas a compreenderem com mais assertividade as intenções de seu público e o recurso deverá, cada vez mais, ser procurado e valorizado pelo consumidor.

6. Hotsites como recursos estratégicos

Para 2019, o Inbound Marketing deverá estar mais consolidado. E, com ele, recursos como blogs e hotsites deverão ter ainda mais evidência.

Assim, a realidade de se ter um canal adicional ao website institucional deverá ser cada vez mais comum. Os hotsites, dessa forma, serão bastante utilizados para promover lançamentos de produtos e serviços, promoções com vigência determinada, divulgações de eventos, entre outras ações mais pontuais.

Existem outras tendências em desenvolvimento de sites que você já identifica como uma prioridade futura? Compartilhe sua experiência nos comentários. Até a próxima.

website
sob medida

Consulte um especialista

Digite seus dados

  • Exemplo: Impactar meus visitantes com website profissional e converter mais leads.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.