manutenções e-commerce

Escrito por Samuel Adiers Stefanello

avatar

Quais manutenções fazer no seu e-commerce

Você pode comprar o carro mais moderno e eficiente, mas, sem manutenção, sua performance, segurança e experiência de uso serão prejudicados, certo? O mesmo acontece com lojas virtuais. É preciso realizar acompanhamento e atualizações frequentes para mantê-las funcionais, confiáveis e atrativas para os clientes. Mas, em meio a tantas possibilidades, afinal, quais manutenções fazer em e-commerce?

É importante priorizar aquelas que ajudem a manter seu canal sempre protegido e seguro e que levem em conta a otimização para buscadores e para a experiência do usuário (UX). Lembre-se de que isso não é apenas o polimento, mas o combustível para seu e-commerce funcionar e trazer os resultados esperados.

Isso porque, quando você deixa as atualizações e manutenções em segundo plano, problemas como falhas de segurança, abandono de carrinho e perda de oportunidades passam a se tornar constantes – e você não quer isso, certo?

Então, se está em dúvida sobre quais manutenções fazer em e-commerce, embarque neste artigo e calibre suas estratégias para atualizar e otimizar sua loja virtual.

4 dicas de quais manutenções fazer em e-commerce

Primeiramente, é preciso considerar que as manutenções não são algo pontual, elas devem ser integradas à rotina do e-commerce, por meio de um planejamento de manutenções corretivas (para correção de qualquer imprevisto que ocorra no dia a dia do seu site de comércio eletrônico), preventivas (para uma análise proativa para antever gargalos e oportunidades para seu e-commerce) e de inovação (para atualizar seu site a partir de novidades, melhores práticas e proporcionar uma experiência mais qualificada a seu cliente).

Com isso em mente, para iniciar seu plano de quais manutenções fazer em e-commerce, leve em conta:

1. Backups

Essa é uma das principais ações de manutenção e segurança que qualquer loja virtual precisa fazer. O backup possibilitará a recuperação e reconfiguração de seu e-commerce em situações como ciberataques, garantindo que seus dados e os dados dos clientes não se percam no processo.

Portanto, para definir quais manutenções fazer em e-commerce, comece estabelecendo uma rotina de backups frequentes, para evitar a perda de dados entre os backups, e, preferencialmente, utilizando o armazenamento em nuvem para cópias extras, para garantir a integridade dos dados em situações como ataques aos computadores locais e o restabelecimento de sua loja mais rapidamente.

2. Atualizações de plugins

Os plugins são recursos utilizados para atribuir uma funcionalidade específica para sua loja virtual, ajudando a personalizá-la e torná-la mais atrativa.

Entretanto, não basta escolher e instalar os plugins. É necessário mantê-los atualizados. Assim, em sua rotina de manutenções, lembre-se de incluir a atualização regular desses recursos.

Plugins desatualizados podem ser brechas para ataques, elevando a vulnerabilidade de sua loja virtual. Além disso, podem gerar conflito com outras extensões ou plugins utilizados e prejudicar a estabilidade e o desempenho de seu canal de vendas digital.

Também cabe destacar que as atualizações são lançadas para agregar novas funcionalidades, corrigirem bugs e terem compatibilidade com versões mais recentes do WordPress, por exemplo, então, não fazê-las pode ter impactos relevantes na segurança, eficiência e, mesmo, no ranqueamento de seu canal por ele ser considerado menos seguro.

3. Experiência do usuário

Cada vez mais os clientes esperam que as empresas não vendam apenas produtos, mas experiências. E isso inclui os canais digitais dos negócios. Uma experiência ruim faz com que um cliente em potencial não apenas abandone o carrinho, como também sua marca. Por isso, as empresas hoje também competem por uma experiência mais qualificada e surpreendente para seus clientes.

Desse modo, quando avaliar quais manutenções fazer em e-commerce, pense em incluir também aquelas que melhorem a experiência dos usuários de sua loja virtual. Isso pode abranger:

  • Elevar a velocidade de carregamento das páginas;
  • Garantir a responsividade e acessibilidade do e-commerce;
  • Adotar um design mais atrativo;
  • Melhorar seu copywriting;
  • Incluir recursos multimídia que forneçam uma visão melhor e mais completa de seus produtos;
  • Entre outras.

Ao desenvolver essas mudanças, é recomendado associá-las à realização de testes A/B, que ajudam a detectar a efetividade ou necessidade de novos ajustes.

4. Segurança

A questão é simples: se você não tiver segurança atualizada, sua loja virtual pode estar em risco. Assim, a segurança é um ponto central sobre quais manutenções fazer em e-commerce. Novos plugins, versão CMS – assim que estiverem disponíveis, é importante atualizá-los para manter seu canal protegido e livre de fraudes.

Além disso, é fundamental utilizar certificados SSL/TLS e senhas fortes (tanto administradores da plataforma quando usuários do site). Pense também sobre incluir CAPTCHA nos formulários da loja e utilizar ferramentas antifraude integradas à sua plataforma.

Como vimos, definir quais manutenções fazer em e-commerce é apenas o começo. Fazer atualizações constantes e consistentes é uma iniciativa crucial para garantir que sua loja entregue resultados e uma experiência assertiva para seus clientes.

Fazer tudo isso internamente pode ser contraproducente e exigir investimentos em ampliação de equipe. Por isso, as empresas têm preferido contar com parceiros com expertise na área.

A InCuca faz manutenção recorrente de plataformas digitais. Estamos prontos para atualizar, otimizar e cuidar para que a segurança do seu e-commerce esteja sempre em dia. Fale conosco agora mesmo e solicite um orçamento através do chat no nosso site.